quarta-feira, abril 30, 2008

Estrofes para a Música (Lord Byron)

Estrofes para a Música (Lord Byron)
Tradução de José Lino Grünewald

Não há filha da Beleza
Com mágica como a tua
E, tal música nas águas,
Tua voz em mim atua: Quando, com seu som vem motivar
O encantado oceano a vacilar,
As ondas pairam calmas e brilhando
E os ventos em sossego divagando:
E a lua à meia-noite elaborando
Seu luzente colar sobre a descida;
O seio docemente palpitando
Como criança adormecida:
Assim o espírito inclinado a ti
A fim de ouvir e adorar a ti
Com plena mas suave comoção,
Como o inflar do oceano do Verão.

Depeche Mode com cerveja!

Dia de prazer...
Sim! Sabe aquele momento que ganhamos quando ouvimos uma música legal?
Estes dias ganhei um dvd (genérico) do Depeche Mode.
Para ouvi-lo foi necessário uma Bohemia... Bem geladaaaaa...
Taí a letra deste som que é fantástico!

A Question Of Lust - tradução
Depeche Mode


Uma questão de desejo
Frágil como um bebê
Em teus braços
Seja gentil comigo
Eu nunca te faria mal voluntariamente
Desculpas é tudo que você parece receber de mim
Mas assim como uma criança
Você me faz sorrir
Quando se importa comigo, e você sabe...
(refrão)
É uma questão de desejo
É uma questão de confiança
É uma questão de não deixar o que construímos
Esfarelar até virar pó
São todas essas coisas e mais
Que nos mantém juntosIndependência
Ainda é importante para nósApesar de tudo...(nós reconhecemos)
É fácil cometer o erro estúpido de deixar partir(você sabe o que eu quero dizer?)
Minhas fraquezas
Você conhece cada uma e todas elas(isso me apavora)
Mas eu preciso beber mais
Do que você parece pensarAntes que eu seja de qualquer uma, e você sabe...
(refrão)
Me dê um beijo de despedida
Quando eu estiver sozinho
Mas você sabe que eu preferia estar em casa
(refrão)

sexta-feira, abril 25, 2008

Homem vestido de palhaço assalta joalheria... (Da hora!)


Esta notícia eu adorei... Parece até histórias em quadrinhos ou filme. O cara se vestiu de palhaço é mole? Quem irá se vestir de Batman ou de qualquer outro super-herói? Será que o Capitão Nascimento pode salvar o povo brasileiro? Ou será que os palhaços somos nós?

Homem vestido de palhaço assalta joalheria em shopping de SP

Uma joalheria foi assaltada neste domingo (13) em um shopping de São Paulo por um homem vestido de palhaço. Para levar relógios da loja, no lugar de armas apontadas para funcionários, o palhaço explodiu a vitrine da The Graces, no Shopping Pátio Paulista, no bairro da Bela Vista (região central).

De acordo com a SSP (Secretaria de Segurança Pública), por volta das 19h20, funcionários da joalheria observaram que um homem vestido de palhaço se aproximou. Em seguida, eles ouviram uma explosão e observaram que o vidro havia sido danificado.

Além do homem vestido de palhaço, outros três suspeitos se aproximaram e levaram diversos relógios que estavam expostos, segundo relato dos funcionários.

A Polícia Militar deteve dois homens na região do shopping, mas eles não foram reconhecidos pelos funcionários da joalheria e acabaram liberados. Como um dos criminosos estava fantasiado, a Polícia Civil relacionou os homens como averiguados.

A joalheria não informou o valor dos produtos roubados. O caso está sob investigação do 5º Distrito Policial (Aclimação).

Isabella e o sexo dos insetos

Com todo o respeito a criança Isabella morta covardemente, mas não aguento mais ver o caso na televisão como se fosse uma novela. Então quero postar aqui uma notícia que achei interessante: trata-se do sexo dos insetos... É! É isso mesmo! Vamos falar de inseto e de Isabella.

Atriz Isabella Rossellini filma sexo dos insetos
No Festival de Berlim, a atriz Isabella Rossellini divertiu o público mostrando a vida sexual dos insetos. Estreando como diretora, ela lançou uma série de curtas chamados Green Porno, nos quais também atua. Usando fantasias de abelha, mosca, aranha e outros bichos, Isabella encena em coloridos cenários e mostra como os pequenos animais se reproduzem.
São filmes bastante experimentais, que ela criou para serem vistos em novas mídias, como na tela de celulares e de iPods ou pela internet.Inicialmente, eram três filmetes que ela produziu para o Sundance Channel, que, a partir de 5 de maio, vai disponibilizá-los na página www.sundancechan nel.com. O canal ainda encomendou outros cinco episódios que também poderão ser acessados. Libélula, minhoca e caramujo são alguns dos “papéis” interpretados pela atriz nos filmes.

terça-feira, abril 08, 2008

Na sombra da maldade humana

O filósofo suiço “iluminista” Jean-Jacques Rousseau (1712-1778) marcou profundamente a história da humanidade. Dentre os seus pensamentos está à pérola “O homem é bom por natureza, mas a sociedade o corrompe”. Para ele, um dos sintomas das falhas da civilização em atingir o bem comum, é a desigualdade, que pode ser de dois tipos: a que se deve às características individuais de cada ser humano e aquela causada por circunstâncias sociais.
Pois bem, cito este filósofo para expressar o quanto à sociedade está corrompida pela maldade, mas aí tem uma questão: O homem foi corrompido ou é ruim por natureza?
Nos últimos 15 dias estamos assistindo um festival de atrocidades que poderiam até virar roteiro de cinema americano, pois as barbaridades são tantas, que parecem filme “B” de terror. Vamos aos fatos:
Fato 1 - No último dia 29 de março, a imprensa noticiou que o Ministério Público indiciou a empresária e mais quatro pessoas por torturar uma menina de 12 anos. A garota foi encontrada acorrentada e amordaçada em uma cobertura em um bairro nobre de Goiânia. O promotor Cássio Sousa Lima, da 46ª Promotoria Criminal, enfatizou que a garota passou por "atos de extrema crueldade" semelhantes às práticas de tortura de guerra. A empresária Silvia Calabresi, acusada pelos crimes, e a doméstica Vanice Maria Novais, responsável pela execução dos castigos, foram denunciadas por tortura, cárcere e maus-tratos e, se condenadas, a pena pode chegar a 31 anos de prisão.
Fato 2 – Também em 29 de março um adolescente "serial killer" de 16 anos confessou em Novo Hamburgo, região metropolitana de Porto Alegre, ter matado 12 pessoas, desde o fim de 2007. “Ele confessou sem demonstrar arrependimento”, disse o delegado. "A frieza dele era de assustar. Além disso, falou que vai matar mais três." Apesar de ter afirmado que nunca matou "gente inocente", os outros assassinatos também foram por motivos banais, como um rapaz que tentou namorar sua irmã e outro que cortejou sua namorada.
Fato 3 – Outro fato horrível aconteceu no dia 28 de março, quando a investigação de um assassinato que durava cinco meses acabou, até surgir o suspeito de ser o mandante. Tratava-se de Robson Pereira Granja, um motoboy de 26 anos. Ele assumiu o crime, uma mera formalidade, pois Robson trazia a confissão tatuada em seu braço direito. Dois meses depois de mandar matar o segurança José Adriano Menezes, de 27 anos, o motoboy mandou tatuar o nome de sua vítima em cima de um caixão e da data do crime: 21 de novembro de 2007. E em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo ele garante ser o assassino.
Fato 4 – A garota Isabella, que foi jogada do sexto andar do apartamento de seu pai. Não se sabe quem praticou o tal ato. Mas alguém praticou! Ato de frieza pura.

Todos estes fatos aconteceram em uma semana, e repercutem até hoje, cujo tema principal é: maldade humana. Então... Rousseau está certo? O homem é corrompido ou a maldade é inata? Clarice Lispector em entrevista a TV Cultura, indignada com o extermínio de um criminoso chamado “Mineirinho”, que teria sido morto pela polícia com 13 tiros disse:
“O primeiro tiro foi um susto; o segundo tiro me espanto ..... o 12º me atinge e o 13º sou eu”, eu me transformei em mineirinho, massacrado pela polícia”. Ela ainda diz: “Qualquer que fosse o crime do Mineirinho, uma bala bastava, mas o resto era a vontade de matar”.
Sendo assim, somos nós assassinos? Nós jogamos crianças da janela, torturamos, tatuamos o nome de nossa vítima na pele? Se não o fizemos, segundo Rousseau, temos o espírito corruptível para cometer tais atrocidades, influenciados por um mundo corrupto e cada vez mais individualista.
Então... God Blessed all

terça-feira, abril 01, 2008

A história do Dia da Mentira

Há muitas explicações para o 1 de abril ter se transformado no Dia da Mentira ou Dia dos Bobos. Uma delas diz que a brincadeira surgiu na França. Desde o começo do século XVI, o Ano Novo era festejado no dia 25 de Março, data que marcava a chegada da primavera. As festas duravam uma semana e terminavam no dia 1 de abril.

Em 1564, depois da adoção do calendário gregoriano, o rei Carlos IX de França determinou que o ano novo seria comemorado no dia 1 de janeiro. Alguns franceses resistiram à mudança e continuaram a seguir o calendário antigo, pelo qual o ano iniciaria em 1 de abril. Gozadores passaram então a ridicularizá-los, a enviar presentes esquisitos e convites para festas que não existiam. Essas brincadeiras ficaram conhecidas como plaisanteries.

Em países de língua inglesa o dia da mentira costuma ser conhecido como April Fool's Day ou Dia dos Tolos, na Itália e na França ele é chamado respectivamente pesce d'aprile e poisson d'avril, o que significa literalmente "peixe de abril".

No Brasil, o 1º de abril começou a ser difundido em Pernambuco, onde circulou "A Mentira", um periódico de vida efêmera, lançado em 1º de abril de 1848, com a notícia do falecimento de Dom Pedro, desmentida no dia seguinte. "A Mentira" saiu pela última vez em 14 de setembro de 1849, convocando todos os credores para um acerto de contas no dia 1º de abril do ano seguinte, dando como referência um local inexistente.