segunda-feira, setembro 29, 2008

Propostas de governo... Todas furadas...

Propostas...
Em quem devo acreditar? Na candidata que vai dar internet de graça, enquanto milhares de pessoas ainda não têm acesso ao computador? No canditado da free way, para que seus "carrões" sigam o fluxo sem trânsito? No outro candidato que diz que vai construir mais Céus que inferno e, que ainda vai dar insenção de impostos aos profissionais autônomos, porém esquece de dizer que, este mesmo profissional tem que pagar uma taxa de um salário mínimo a cada trimestre. Há! Ainda tem o candidato que é tudo "plus", aerotrem... Não! Não vi nenhuma proposta. Nada de novo! É tudo antigo e todos os candidatos brigam apenas por uma coisa: o poder.
Não existe programa... alguns podem até dizer: "Não... Temos que ir contra o neoliberalismo e tal" outros ainda podem dizer: "Não... Não podemos deixar que o Estado fique cada vez mais inchado através de políticas sociais estatizantes".
Bom... O fato é que as poucas propostas que me chamaram atenção foram de Ivan Valente, no debate de ontem (28). Ele apenas disse: " É preciso que sigamos a nossa constituição, para que todos tenham acesso à educação e a saúde". Nada mais... Porém o candidato tem menos que 1% nas pesquisas. É claro... Valente não faz parte do grupo dos políticos "pops".

terça-feira, setembro 23, 2008

Coligações partidárias...

Diz à lei que trata das propagandas eleitorais que é preciso informar a coligação partidária do partido do vereador ou prefeito. No caso do rádio especificamente o caso é hilário. Começa a propaganda, o cara se apresenta e tal e depois... Mas bem depois, vem uma voz que narra a coligação tão rápida, mais tão rápida, que parece até aquelas fitas cassetes, quando apertamos o botão “avançar” e a voz do sujeito fica inaldível, e nós ouvimos um som esquisito, tipo: Coligação PPtpfpsppspaprpapsppxxsss.... É uma comédia... É lamentável!

quinta-feira, setembro 18, 2008

Teoria sobre a fofoca a dentro e a de fora

Estava pensando com os meus botões e descobri que a fofoca é o que move o ser humano em todos os sentidos. Nós não podemos viver sem ela. Quando fazemos uma visita e acabamos de falar com uma pessoa, sempre estranhamos (muito ou pouco) o que ela disse. Estranhamos também as ações que ela teve em uma determinada situação. De outra parte, poderíamos pensar: Veja como EU sou inteligente, pois não faria desse jeito ou EU teria feito de outra forma, porém diria isso aos meus “botões”.
Em outras ocasiões estaríamos simplesmente pensando e, isso brota sozinho, trata-se da “fofoca de dentro”, aquela que falamos para nós mesmos. Então, todos nós somos fofoqueiros? Sim! De certa forma.
Para os psicanalistas este tipo de pensamento é chamado de “superego” (segundo aquelas aulas de psicologia), para os religiosos, pode ser a voz de Deus ou de... Sei lá o quê! Ainda outros podem falar que é a voz da consciência, etc...
Mas, na verdade para mim o maior fofoqueiro do mundo é o superego. É aí que tudo começa. Então existem duas fofocas: a de dentro (superego) e a de fora.
Podemos falar também que a fofoca é a informação ou um comentário tendencioso sobre o terceiro ausente. São muitas as definições... Vou pesquisar mais, comentem aqui o que vocês acham.

quarta-feira, setembro 17, 2008

Conan

Isso é fantástico...
Criado em 1930 por Robert E. Howard, Conan adquiriu tamanha popularidade entre a galera graças ao governador da Califórnia que até então era conhecido apenas como Arnold Schwarzenegger, um desconhecido brutamontes que estrelou o filme "Conan: O Bárbaro" em 1982. Recentemente, tivemos o anúncio de um remake e um primeiro teaser pôster deu as caras, mas as coisas pararam por aí. Até agora.Graças ao estúdio Lionsgate, surgiu nesta segunda-feira na internet, o segundo teaser pôster do filme que, assim como o primeiro, não revela muita coisa. A imagem traz nada menos que a espada do bárbaro cravada numa pedra sob o entardecer e o nome "Conan". Além do pôster, surgem rumores sobre o diretor do filme, que vão desde Neil Marshall até Rob Zombie.

quinta-feira, setembro 11, 2008

11 de Setembro...

Esta data é para ninguém esquecer, para muitos "um ato heróico de terrorismo" e para outros uma barbárie, onde milhares de pessoas inocentes morreram. É uma data triste de ser lembrada.