sábado, dezembro 31, 2011

Under my 2012 umbrella



Queridos (as), de certa forma, é até clichê utilizar blog, facebook, Orkut, twitter, entre outras redes sociais para desejar boas festas, feliz Natal e feliz Ano Novo. Acredito, particularmente, que o ideal ainda é o velho e o bom, telefone, cartão postal (que coisa antiga!) ou o e-mail. Talvez este último seja o mais ideal, mas não aquele e-mail coletivo, mas sim o individual. Aquele e-mail que você endereça realmente para a pessoa que você deseja se comunicar.
Estes dias ao sair pela cidade, achei um guarda-chuvas, e confesso que odeio este objeto que só serve para ser perdido ou achado. Mas, foi um engano da minha parte. Com o tal guarda-chuvas caminhei pela 25 de Março com um sol danado e, quando estava quase jogando fora, o céu mudou de opinião e mandou uma chuva daquela. O povo se enfiou nas lojinhas, e eu apenas abri o tal guarda-chuvas. Andei tranquilamente protegido e pude usufruir daquele objeto que pensava ser imprestável.
Foi uma pequena lição em 2011. Das pequenas coisas que apareceram se tornaram grandes, com vitórias e conquistas significativas. Ter um guarda-chuvas não é sinônimo de estar protegido, é saber preciso abri-lo na hora certa, para proteger também quem estava comigo. Foi assim, e assim será sempre, o maior Guarda-Chuvas de todos: Deus. Nas horas mais importantes sempre esteve presente.
Isso não quer dizer que mudei a minha opinião sobre o tal guarda-chuvas que detesto, mesmo tendo me ajudado. O negócio chato! Mas, que em 2012 podemos ser abençoado por Deus debaixo do seu guarda-chuvas e, que nossos objetivos sejam conquistados! Como diz a Rihanna: “Under my umbrella... He he he...


Um comentário:

  1. Concordo com a questão do guarda-chuva. Deus manifesta sua proteção de várias formas... inesperadas... só temos que estar atentos e desfrutas do conforto enquanto outros se desesperam. Feliz 2012 para voce! Quanto ao cartão de Natal.... vou ficar devendo... kkkk

    ResponderExcluir