segunda-feira, janeiro 05, 2015

Nikki McCray and Jurassic Park e a Seleção Americana de Basquete


Seleção Americana de basquete sagrou-se campeã da
Copa América sobre o Brasil
Eu tenho uma história a ser contada que poucas pessoas acreditam, mas tenho orgulho de contá-la, pois foi uma grande aventura. Em 1993 estava sendo disputado em São Paulo, a Copa América de Basquete Feminino, no Ginásio do Ibirapuera. Naquela época. Eu era estudante de jornalismo e estava no Centro de São Paulo a procura de um estágio.
Depois de fazer uma entrevista em uma empresa, passei em frente ao Cine Ipiranga e era a estreia no Brasil do filme Jurassic Park. Em frente ao cinema tinha uma barraquinha de doces e parei para comprar chocolate e de repente apareceram duas meninas falando inglês ao meu lado. Pensei que fossem brasileiras, pois, ali bem perto, tinha uma escola de inglês onde eu estudava. Quando vi o vendedor entregando o troco para as duas garotas, percebi realmente, que elas não estavam entendendo absolutamente nada, então eu disse a elas em Inglês: “Preste atenção em seu troco”. Elas me olharam assustadas e apenas sorriram para mim.
Entrei no cinema e fiquei bem na frente. Todas as luzes da sala estavam acessas e de repente escuto um barulho enorme de várias pessoas chegando ao mesmo tempo e se aglomeraram no fundo da sala.
De repente as duas garotas começaram a fazer várias brincadeiras com as meninas do fundo da sala enquanto as luzes estavam acessas e ao passarem por mim em frente ao meu banco, me reconheceram e perguntaram se eu estava sozinho. Disse que sim. Uma delas pegou na minha mão perguntou o meu nome e me disse. “Levanta e vem com a gente”, até então não sabia quem eram estas garotas. Ao chegarmos lá no fundo da sala, um monte de meninas ficou em silêncio ao me ver de mãos dadas com as duas garotas e elas, me apresentaram desta forma: “Meninas, este é o Sérgio. Sérgio, este é o time norte americano de basquete”.
Eu fiquei sem palavras e estático como uma estátua. Então as garotas se apresentaram, eram Nikki McCray e R. Bolton. Na época meu inglês era horrível, pois estava estudando. Elas me informaram que estavam disputando a Copa América e iriam jogar no dia seguinte. Neste instante fui convidado a assistir Jurassic Park com elas. Não sabia o que falar. Estava no meio do melhor time feminino do mundo. Pelas brincadeiras das meninas, percebia a amizade e o entrosamento de todos, inclusive da técnica Tara Vandeveer.
No final, nos despedimos e prometi que veria todos os jogos. E assim eu fiz. No dia seguinte jogou Estados Unidos x Canadá, estava vazio e eu estava na Arquibancada e Nikki da quadra me viu a acenou.
No outro dia, era o jogo contra o Brasil, o ginásio estava lotado, e nunca mais tive contato com a atleta, que sagrou-se campeã da Copa América sobre o Brasil. No último jogo, gravei um tape, com várias músicas brasileiras e consegui vê-la apenas por um segundo entrando no ônibus e consegui dar o tape de presente. Ela pegou, sorriu e apenas disse obrigada. Nunca soube se ela ouviu a fita, e se gostou ou não.

Fiquei sabendo da luta de Nikki McCray contra o câncer e me lembrei desta história e sei que ela é uma vencedora e esta vitória será a sua maior medalha de ouro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário