quarta-feira, agosto 12, 2009

Juventus rumo a Tóquio


"Ódio eterno ao futebol moderno"
Depois de Grêmio, Corinthians, Internacional e São Paulo lançarem-se no cinema nacional, chegou a vez do Juventus. O tradicional clube Mooca, que se auto-entitula o segundo do coração dos paulistanos, chega às telonas com “Juventus Rumo a Tóquio”, curta-metragem que registra o ambiente no estádio da Rua Javari na conquista da Copa Federação Paulista de 2007 e que será exibido no Festival Internacional de Curtas de São Paulo.
Dirigida por Rogério Zagallo, Helena Tahira e Andréa Kurachi, a obra de 15 minutos faz parte do projeto Passaporte de Futebol, que reúne uma série de documentários rodados no interior do Brasil sobre comunidades que tenham o time de futebol local como elemento fundamental na formação de sua identidade.
Filmado durante a derrota por 3 a 2 para a Linense, que ainda assim lhe valeu o título ao "Moleque Travesso", “Juventus Rumo a Tóquio” é uma crônica sobre um dia de jogo na Rua Javari. Mostra as reações dos torcedores, desde a velha guarda até os juventinos mirins. O romantismo está explícito no subtítulo da obra: “Ódio eterno ao futebol moderno”.
O sonho de chegar a Tóquio, no entanto, ficou adiado. A conquista da Copa Federação Paulista valeu a vaga na Copa do Brasil de 2008, em que o time não teve vida longa. Passou dramaticamente pelo Coruripe na primeira fase, perdendo o primeiro jogo por 4 a 1 e vencendo o segundo por 5 a 1, mas não resistiu ao Náutico na etapa seguinte. Bateu os pernambucanos por 2 a 0 na Javari, mas caiu por 3 a 0 nos Aflitos e foi eliminado.
“Juventus Rumo a Tóquio” terá quatro exibições no Festival Internacional de Curtas de São Paulo, que começa no dia 20 de agosto.
Confira:
- 21/8, 16h, Centro Cutural São Paulo- 22/8, 20h, CCJ Ruth Cardoso- 23/8, 17h, Cine Olido- 27/8, 18h, Cineclube Grajaú

Um comentário: