quarta-feira, setembro 16, 2009

O Aparelho

By Sérgio Pires

Estava na sala da minha tia quando meu tio chegou em casa com um Aparelho 3 em 1. Ela alegremente sorriu e começaram a instalar o Aparelho ao lado da televisão. As duas caixas grandes de madeira ficaram bem nos cantos da sala enfeitando o ambiente.

Todas as noitinhas, antes da minha mãe chegar do trabalho para me levar para casa, meu tio chegava e começava a ouvir samba junto com seus amigos. Certa vez ele disse empolgado ao meu pai quando me buscou, no dia em que minha mãe não trabalhou.

“Poderia ter comprado um fusca. Prefiro a música.”

Certo dia, minha tia não me buscou da escola, pois disse que já podia pegar ônibus sozinho. Quando entrei na sala me surpreendi: um novo Aparelho. Desta vez era um 3 em 1 todo modulado. Tinha dois toca-fitas, um toca disco, e um receiver.

“Com este equipamento poderia ter comprado um GOL”, disse meu tio ao meu pai na festa de natal.

Nunca tive um aparelho de som, apesar de gostar tanto de música. Não saia da casa da minha tia, onde ouvia músicas no Aparelho do meu tio. Ia até nos finais de semana. Gravava fitas-cassete, regravava discos, gravava fitas para amigos e conquistava as meninas com coletâneas de fitas-cassetes.

Anos depois meu tio morreu. Ficaram apenas minha tia, meu primo e o Aparelho. Com a casa triste, continuei usando o Aparelho que não tinha, mas tinha carro. Junto com meu primo. Gravava fitas e fazia coletâneas.

Depois foi meu primo. Morreu. Ficou apenas minha tia e o Aparelho. Era modulado. Então o Aparelho foi dividido. O toca-discos quebrou. O receiver ficou com minha tia e dois toca-fitas foram para casa.

Com o tempo, não gravei mais fitas, nem gravei mais coletâneas para amigos, nem para namoradas.

Às vezes vou de carro até a casa da minha tia. Lá, vejo parte do aparelho em seu quarto. As outras se foram.

Em casa estão duas peças. Paradas. Minha tia me deu depois que ficou só ela e o aparelho. Levei-as até a feira. Troquei os dois toca-discos por um “equalizador” bem antigo.

Tempos depois, chegou o CD e o MP3. Agora a música é pelo computador. Instalei o tal equalizador no computador, que tem 10 botões incandescentes que, ao ligar todos acendem. A música digital fica mais nítida, sem chiados, mais limpa...

Algumas pessoas ainda perguntam:

“Por que você coloca esta peça aí?” Outras ainda questionam o funcionamento do equalizador:

“Que negócio feio é este aí? Funciona? Se você quiser te pago R$ 1,00 para jogar isso no lixo”.

“Meu, não troco este aparelho por nenhum carro. Nem por um fusca!

Fui na casa da minha tia com meu filho. Ela tinha outro aparelho na sala desligado. Era digital, as caixas eram pequenas, bem discretas junto da televisão. Juntinho do DVD.

Ao entrar no quarto: Estava ela lá, junto do Aparelho ligado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário