quarta-feira, agosto 22, 2007

Parabéns para mim... Pr'eu e para vcs...

Enfim...
Hoje é dia de aniversário meu...
O engraçado para não dizer "estranho" foram os primeiros parabéns que recebi, que foram nada mais nada menos que: Banco Bradesco (cuja conta foi fechada há dois anos), Banco Itaú (sim...Aquele mesmo que as pessoas fazem um sinal estranho com as mãos nas propagandas de televisão) e de um vereador de São Paulo (nunca votei no cara, aliás nem sei como ele tem meus dados). mas o (f)ato é, I got old!
Well, como diz o filósofo conteporâneo, Fábio Júnior, "não quero saber bem mais dos meus 20 e poucos anos" (hehehe...)

sábado, agosto 18, 2007

São ruídos

São ruídos

São bons quando os sons agradam
Corpos se mechem em busca da batida
O coração acelera na cadência retorcida
Como os sentimentos que no coração badalam

São ruídos

Com uma freada no asfalto
Ao pisar nos freios da emoção
O coração acelera na cadência da fricção
São os sons do alívio deste ato

São ruídos

O controle em nossas mãos
Mudar o compasso em um botão
Ao som de notícias agradáveis
Assim como colarinhos com palavras miseráveis

São ruídos

O vento sopra o amor na face
As árvores cantam para a chuva
Assim como as ondas acariciam as pedras
E os olhos presenciam apenas um som
O ruído.
Agosto/2007