terça-feira, janeiro 19, 2016

Decida por Maria

Arte - Bodão - (texto e desenho fazem parte do livro "Contos e Crônicas" de Sérgios Pires que será lançada em 2016)


A dona Maria saiu para fazer suas compras no meio de semana, pela manhã, pois receberia visitas em sua casa à tarde. Precisava comprar café, açucar, arroz e feijão, produtos básicos que nunca faltaram em sua casa. Aliás, estes ítens nunca deveriam deixar de estar nas mesas de todos os brasileiros, pois o país já foi uns dos primeiros no mundo no cultivo destes produtos.
Então vamos voltar a dona de casa, que no caminho tinha que passar no banco para pagar as contas de água, luz, telefone, IPVA e IPTU. Apenas um detalhe: Maria tinha esquecido que naquele dia o ônibus tinha aumentado, quer dizer, reajustado, como dizem os nossos governantes.
Satisfeita por pagar suas contas em dia, foi ao mercadinho, pegou com carinho o café, o açucar, o arroz e o feijão. Ao chegar no caixa, uma surpresa, os trocados que sobraram das contas que foram pagas, eram insuficientes para levar os quatro produtos. O caixa exclamou: "A senhora tem que tirar um íten".
Dona Maria olhou o café e refletiu que não poderia dispensá-lo, pois receberia visitas em sua casa; o açucar estava ligado diretamente ao café e se não levasse o arroz e o feijão, não teria o que comer naquele dia. Enquanto isso a fila do caixa aumentava.
É vergonhoso ao Brasil deixar faltar estes produtos na mesa dos brasileiros. Não queremos que nenhum governo viabilize uma situação como esta, mas infelizmente sabemos que esta cena acontece todos os dias nos mercadinhos e nos grandes hipermercados do país. O governo deve incentivar a agricultura e fazer uma política para que estes produtos fiquem mais baratos, viabilizando uma política completa, que vai desde a logística para que estes produtos chegue até a nossa mesa, até o pequeno agricultor que faz o trabalho mais árduo.
A história de Dona Maria é uma ficção, qualquer semelhança com a vida de algumas pessoas é pura coincidência. Portanto, não sou digno de tirar qualquer produto da dona de casa, pois seria injusto, ela foi fiel ao Estado pagando suas contas e foi desprezada pelo governo, que a deixou passar vergonha na fila do caixa. Decida por Maria!

Nenhum comentário:

Postar um comentário